Agachamento de sumô para fortalecer a parte interna das coxas

Os músculos da parte interna da coxa são o grupo de músculos que fecham, ou aduzem, nossas pernas.

Esses adutores nos ajudam a manter o equilíbrio e estabilizar os quadris. Muitos exercícios e movimentos que se concentram em grupos musculares maiores perdem essa área.

Então, qual é a resposta quando seu objetivo é tonificar a parte interna das coxas?

Existem dezenas de exercícios que podem isolar a parte interna das coxas.

Se você está procurando incorporar movimentos mais arredondados e eficientes em relação ao tempo, sem pular grupos de músculos menores, essas variações de agachamento podem ser um ótimo complemento para a rotina da parte inferior do corpo.

Além disso, fortalecer seus membros inferiores pode te ajudar a emagrecer bastante.

E claro, a desintoxicar seu corpo lentamente.

Mas, se quiser as duas coisas juntas, então pode desintoxicar e emagrecer com detox caps.

As cápsulas além de limparem seu organismo te ajudam a perder gordura localizada.

Continue lendo conosco!

Agachamento Sumo Tradicional

O agachamento sumô difere do agachamento tradicional no posicionamento dos pés.

Com um agachamento tradicional, os dedos estão apontando para a frente ou ligeiramente inclinados para fora.

No agachamento de sumô, os pés são colocados mais largos e os dedos são angulados para fora da linha média do corpo. Isso cria um novo desafio devido ao posicionamento do pé alterando sua base de apoio.

Equipamento necessário: para níveis avançados de condicionamento físico, você precisará de um haltere ou um kettlebell, mas também podem ser realizados sem nenhum peso, se necessário.

Músculos trabalhados: quadríceps, músculos glúteos, quadris, isquiotibiais, panturrilhas e parte interna das coxas.

  1. Fique em pé com os pés mais largos do que a largura do quadril. Dê a si mesmo alguns metros e mantenha-se afastado.
  2. Vire os dedos dos pés para fora e longe do centro do corpo.
  3. Dobre os joelhos e os quadris para abaixar em seu agachamento, apertando os glúteos na parte inferior do movimento.
  4. Esteja atento para manter as costas neutras e longas, puxando o cóccix direto para o chão todas as vezes. Evite permitir que os joelhos ultrapassem os dedos dos pés ou que a parte superior do tronco se incline para a frente.
  5. Depois de abaixado, pressione para ficar de pé, subindo pelos calcanhares.
  6. Comece com 3 séries de 8-12 repetições.

Avançado

Conforme você avança, você pode usar um halter segurado longitudinalmente ou um kettlebell. Segure com 2 mãos enquanto estende os braços, deixando-os pendurados no centro do corpo. Tenha cuidado para não aumentar seu peso neste movimento muito rápido.

Com os pés nesta posição, é aconselhável começar de forma conservadora com sua escolha de peso e aumentar lentamente a resistência.

Agachamento Plié com flexão da parte interna da coxa

O agachamento plié é o mesmo que o agachamento de sumô e costumam ser trocados. Esta variação adiciona um pouco mais de trabalho aos adutores e glúteos da parte interna da coxa.

Equipamento necessário: Nenhum equipamento é necessário. Você pode usar um planador sob o pé para ajudar a mover os pés juntos.

Músculos trabalhados: este padrão de movimento fortalece os quadríceps, músculos glúteos, quadris, isquiotibiais e panturrilhas com um foco extra na parte interna das coxas e abdutores.

  1. Fique em pé com os pés mais largos do que a largura do quadril. Dê a si mesmo alguns metros e mantenha-se afastado sem se estender demais.
  2. Coloque um planador com menos de 1 pé.
  3. Vire os dedos dos pés para fora e para longe do centro do corpo em uma posição natural virada para fora.
  4. Dobre os joelhos e os quadris para abaixar em seu agachamento, apertando os glúteos na parte inferior do movimento.
  5. Esteja atento para manter as costas neutras e longas, puxando o cóccix direto para o chão todas as vezes. Evite permitir que os joelhos ultrapassem os dedos dos pés ou que a parte superior do tronco se incline para a frente.
  6. Depois de abaixado, comece a voltar a ficar em pé, mas arraste o calcanhar esquerdo em direção ao centro para unir os calcanhares, terminando em pé e apertando as coxas.
  7. Deslize para trás com o mesmo lado e a parte inferior das costas na posição de agachamento plié.
  8. Comece com 3 séries de 8 em cada perna.

Cálice de agachamento

O agachamento em taça, como o agachamento de sumô, concentra-se não apenas no quadríceps, mas também na parte interna das coxas e em nossa cadeia posterior.

Afinal, esta variação do agachamento é um ótimo complemento para a rotina da parte inferior do corpo para fortalecer e tonificar as pernas.

Mas, requer alguma flexibilidade moderada para funcionar corretamente. Praticar este movimento sem peso para começar é recomendado.

Equipamento necessário: nenhum (você pode adicionar um kettlebell ou haltere mais tarde)

Músculos trabalhados: quadríceps, grupo de músculos glúteos, quadris, panturrilhas e isquiotibiais

  1. Fique em pé com os pés ligeiramente mais largos que a largura dos ombros, dedos apontando para a frente ou ligeiramente voltados para fora.
  2. Logo após, ao abaixar-se para a posição de agachamento, mantenha os pés plantados e levante os joelhos para longe.
  3. Mantenha o peso nos calcanhares e na espinha parecendo alta e longa.
  4. Os ombros devem ficar para trás e para baixo.
  5. Logo após, parando na parte inferior, contraia os músculos dos glúteos e empurre para ficar de pé, sem se inclinar para a frente.
  6. Comece então com 3 séries de 8-12 repetições.

Avançado

Dessa forma a medida que você fica mais forte nesse padrão de movimento, pode começar a adicionar peso para segurar nas séries.

Movimentos Compostos

Movimentos compostos como o agachamento são uma forma eficiente de fortalecer o corpo. Eles têm como alvo muitos grupos musculares com o mesmo exercício, ensinando seu corpo a coordenar movimentos que envolvem muitos grupos musculares.

Adicionar movimentos para fortalecer a parte interna das coxas melhorará seu equilíbrio geral e ajudará a proteger os quadris de lesões ao realizar outros exercícios intensos ou pesados. Usar uma variedade de exercícios, em vez dos mesmos repetidamente, é a chave para o verdadeiro equilíbrio corporal.

Assim como acontece com qualquer rotina de exercícios, consulte primeiro um médico e obtenha algumas instruções básicas sobre equipamentos de ginástica de um treinador qualificado para se certificar de que você está desempenhando de forma correta.

Aprender a forma correta de exercícios antes de adicionar peso é a maneira mais segura de ganhar força rapidamente.

E então, o que achou das nossas dicas?

Ficou alguma dúvida em relação ao conteúdo que trouxemos hoje?

Conte a nós, comente abaixo!

Até a próxima!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.