Como Estudar Direito Constitucional para Concursos

Direito constitucional é matéria obrigatória para quem deseja se aventurar no mundo dos concursos públicos.

A grande maioria dos concursos do país exige essa matéria, que só não é mais cobrada que português.

Por ser matéria tão uma importante, é bom saber quais são as 3 melhores formas de estudar para ter mais eficiência e resultados mais satisfatórios.

Vamos descobrir algumas formas.

1 – Ler a própria constituição

Por mais incrível que pareça algumas pessoas gastam muito dinheiro com cursinhos preparatórios e alguns professores simplesmente colocam os alunos para ler a constituição.

E talvez alguns concurseiros simplesmente ignoram o fato que a constituição federal está totalmente disponível, e totalmente gratuita, na internet.

Você pode acessá-la por este link: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/constituicao.htm

Constituição da república federativa do brasil

Ler a constituição é um fator essencial se você deseja passar nos melhores concursos públicos, por mais óbvio que essa afirmação possa parecer.

E não acredite que isso será fácil.

A constituição, assim como a maioria das leis escritas no país, é cheia de detalhes que podem ser difíceis de entender e que, talvez, podem te causar uma interpretação incorreta de um ponto ou outro.

Por esse motivo, além da leitura da constituição ler livros especializados no assunto é uma coisa importante que vamos ver abaixo.

2 – Ler livros de direito constitucional

Justamente por ter itens que podem ser interpretados de forma equivocada, existem vários livros publicados sobre direito constitucional que vão te ajudar a entender melhor o que é cada pequeno detalhe da lei magna.

E não só entender as coisas que estão escritas, em alguns casos trechos da lei são colocados nos livros com seus contextos históricos.

Isso significa que, em alguns casos, você não vai só entender o porquê de um artigo estar colocado na constituição de uma certa maneira, mas também entender o contexto histórico que provocou essa necessidade específica na lei.

Um estudo assim se torna muito mais rico, e pessoas que se preparam dessa forma são as que, mas possuem a capacidade de se destacar dos seus concorrentes e conseguir uma boa nota nas provas.

Neste link existe uma seleção muito boa de vários livros de direito constitucional que podem te ajudar nos seus estudos: https://livroseatitudes.com.br/direito-constitucional/

Então, depois de ler a constituição, ler os livros relacionados com o assunto chega o momento de colocar os neurônios para funcionar.

3 – Fazer exercícios e resolver questões

Segundo uma pesquisa feita sobre os métodos de estudo mais eficazes, foi concluído que fazer exercícios práticos e resolver questões ajuda o aluno a reter muito mais o conhecimento adquirido.

E no caso de concursos públicos existe uma vantagem adicional em fazer isso.

Cada banca examinadora possui um perfil diferente da outra na forma que aborda suas questões.

Algumas gostam de questões com o texto literal da lei, onde é necessário que o aluno praticamente decore os artigos.

Já outras cobram um conhecimento mais aprofundado sobre a matéria, exigindo que o candidato não saiba apenas o que está escrito na lei, mas como aquilo pode ser aplicado.

E há ainda aquelas bancas que cobram um conhecimento mais atualizado, incluindo jurisprudências em determinados assuntos.

Por isso, fazer exercícios vai permitir que você conheça a banca e fixe em seu cérebro, de forma mais eficaz, o conteúdo estudado.

Veja também nossa matéria sobre como encontrar material para concurso gratuitamente.

Se gostou dessas dicas compartilhe esse conteúdo com seus amigos nas redes sociais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.